31 de dezembro de 2012

Gatos

   Oii gatinhos! Tudo bom? Feliz ano novo pra vocês! Então, quem não gosta de gatos? Eles são fofos, companheiros, engraçados e muito fotogênicos. Hoje trouxe um texto sobre a história dos gatos! Quem o escreveu foi a Lara, lá do Maçã Cor de Rosa. Vamos lá?

      Hoje resolvi trazer uma história da qual estramos sempre ouvindo falar, sabem? A grande família dos felinos dominou os EUA, ficando em maior número que os cães! Mas, mesmo assim, não conhecemos o suficiente destes bichinhos lindos. Afinal, eles eram mesmo considerados deuses, ou são sinais de azar e agouros terríveis?
      Acredita-se que os gatos tenham surgido na África, e domesticados pelos pacientes egípcios. Eles eram considerados a representação viva da deusa da fertilidade, Bastet (que tinha cabeça de gato e corpo de mulher). Eram, muitas vezes tratados e cultuados tão bem quanto os faraós. O instinto, porém, prevalecia, e eles colocavam as garras de fora para combater as pragas (leia-se: ratos, ratazanas, ratinhos, lanches). Muitos deles foram encontrados perfeitamente mumificados ao lado de múmias de faraós, em seus túmulos. Por fim, eram mais numerosos que os próprios egípcios (deuses por toda parte, imagina-se a euforia do povo). Era totalmente proibido aos comerciantes vender gatos, e, se o fizessem, eram condenados. Mas, mesmo assim, os pobres bichanos eram levados em navios, e se espalharam rapidamente por todo o mundo. Foi dado aoImperador (do Japão) um gato, e até hoje ele é símbolo de fertilidade (Aquele gatinho de porcelana com a patinha direita levantada! Pois é, é ele - da raça Bobtail-Japonês, se querem saber).
        Na idade média, porém, eles se deram mal. Os gatos, que se moviam silenciosamente, podiam ficar parados muito tempo, enxergar no escuro (aliás, isso não é totalmente verdade), caíam sempre de pé, e olhavam com uma intensidade fora do comum, foram acusados de serem disfarces de demônios, bruxas e feiticeiros. Os pretos, então, eram atirados a fogueira com uma frequência imensa. (Sabiam que a coloração preta nos gatos os torna imunes ao HIV felino?). Por causa do ato de caírem sempre de pé (aliás, eles só caem de pé de uma altura de pelo menos 60 cm), surgiu o mito de que tem sete vidas. E o de que dão azar? Não se sabe ao certo.
Na Idade Média, mataram e queimaram tantos gatos que a população de ratos cresceu, e surgiu com ela a Peste Bubônica. Neste período, pelo menos 75 milhões de adultos, crianças e idosos foram mortos - quase um terço da população na época.
   
   É isso aí pessoal, espero que tenham gostado! E mais uma vez, creditos a Lara. Bjos!

8 comentários:

  1. ^^ Linda, eu sou a postadora do Maçã Cor de Rosa. Fui eu quem escrevi o texto, não a Jelly...
    Ahhh, legal que você postou o texto!!

    ResponderExcluir
  2. Olá,, vi que vcs estão com vagas para afiliados e gostaria de fazer parte da elite .. Meu Blog eh o Chiclete Perdido Official .. Espero Resposta

    ResponderExcluir
  3. amooo gatos *.*!
    Comenta e segue o meu tb:
    nossoblogdemodaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Aiin, eu amo gatos *--*
    Mas mesmo assim, tenho medo dos pretos! kkkkkkkkkk.
    #Beijos, bruna.
    http://garotaadalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. estou seguindo aqui, beijos. ~gatos <3

    http://realidade-imperfeita.blogspot.com
    Amanda Cristina

    ResponderExcluir
  6. Amei o post, tenho uma tag pra vc no meu blog!
    Bjs!

    http://folliesofagirl.blogspot.com.br/2013/01/tag-de-como-foi-2012.html

    ResponderExcluir